Deixe sua opinião sobre o Caritas in Veritate!

Arquivo de postagens

Caritas in Veritate renovado

Finalmente está no ar a nova versão do Caritas in Veritate! A princípio, apenas uma mudança visual, mas que proporcionará a oportunidade de um blog mais ágil e leve, além de seções para estudos mais aprofundados de teologia e de história da Igreja. Estas duas seções ainda estão vazias, mas serão aos poucos utilizadas para compartilhar meus estudos nessas áreas. Espero que seja muito proveitoso não apenas para mim, mas especialmente para vocês, leitores, e para a Igreja.

Conto com a opinião de vocês para aprimorar sempre mais o Caritas in Veritate!

Caritas in Veritate será renovado

Irmãos, o Caritas in Veritate está já há algum tempo sem atualização (desde o dia de Jesus Cristo, Rei do Universo, ano passado). Não por falta de vontade de atualizar, mas por limitações alheias à minha vontade. Hoje, no entanto, sou grato a Deus por me oportunizar também a possibilidade de renovar o site, que ganhará novo formato, com um blog mais ágil e leve, mas também com estudos mais aprofundados sobre teologia e história da Igreja (afinal de contas, devo aproveitar a bênção de ser historiador, não é verdade?).

Nesse período de quaresma, que é tempo de conversão, e portanto de exame de consciência, devo examinar a forma de levar o melhor conteúdo religioso até vocês e assim exercer a teologia que venho estudando, para que dê frutos. Com a renovação pascal, deve também este trabalho ser renovado para propagar a Boa Nova que é Jesus Cristo, o Filho do Deus vivo (Mt 16,16), verbo divino que se fez carne e habitou entre nós (Jo 1,14), que se tornou semelhante a nós em tudo, menos no pecado (v. Hb 4,15), e que sofreu, morreu e ressuscitou por amor a nós, para nos dar a vida eterna por meio de sua carne e de seu sangue (Jo 6,22-59). Amém!

Amor na Verdade

Verdade e amor: eis duas palavras-chave para se compreender o Deus cristão. “Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele.” (I Jo 4,16). “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (Jo 14,6). Portanto, todo aquele que deseja atingir a união divina, que quer ser “templo do Espírito Santo” (I Co 6,19) e membro do Corpo de Cristo (Ef 5,29-30), deve se pautar por duas palavras: amor e verdade.

“Amor na verdade” é o que prega o Papa Bento XVI em sua encíclica que dá nome a este blog: Caritas in veritate. Demos a palavra ao vigário de Cristo:

A caridade na verdade, que Jesus Cristo testemunhou com a sua vida terrena e sobretudo com a sua morte e ressurreição, é a força propulsora principal para o verdadeiro desenvolvimento de cada pessoa e da humanidade inteira. O amor — “caritas” — é uma força extraordinária, que impele as pessoas a comprometerem-se, com coragem e generosidade, no campo da justiça e da paz. É uma força que tem a sua origem em Deus, Amor eterno e Verdade absoluta. Cada um encontra o bem próprio, aderindo ao projecto que Deus tem para ele a fim de o realizar plenamente: com efeito, é em tal projecto que encontra a verdade sobre si mesmo e, aderindo a ela, torna-se livre (cf. Jo 8, 32). Por isso, defender a verdade, propô-la com humildade e convicção e testemunhá-la na vida são formas exigentes e imprescindíveis de caridade. Esta, de facto, “rejubila com a verdade” (1 Cor 13, 6). Todos os homens sentem o impulso interior para amar de maneira autêntica: amor e verdade nunca desaparecem de todo neles, porque são a vocação colocada por Deus no coração e na mente de cada homem. Jesus Cristo purifica e liberta das nossas carências humanas a busca do amor e da verdade e desvenda-nos, em plenitude, a iniciativa de amor e o projecto de vida verdadeira que Deus preparou para nós. Em Cristo, a caridade na verdade torna-se o Rosto da sua Pessoa, uma vocação a nós dirigida para amarmos os nossos irmãos na verdade do seu projecto. De facto, Ele mesmo é a Verdade (cf. Jo 14, 6).

“Ele mesmo é a Verdade”. É por isso que Santa Teresa Benedita de Jesus (Dr.ª Edith Stein) dizia: “Quem busca a verdade, busca Deus, seja ou não consciente disso”. Assim, esse blog se destina aos cristãos, obviamente, mas também aos que sinceramente buscam a verdade, sem ainda terem encontrado a Verdade, que é Deus. Cientistas de todas as ciências, vocês serão bem recebidos aqui. Eu mesmo sou cientista, historiador, e não renego nem uma vírgula disso. Deus ama sua criação, e eu, como historiador, estudo essa criação, falo dos homens aos homens. Como estudante de teologia, quero falar de Deus a esses mesmos homens.

Por fim, aqui também falarei muito do amor, unido intrinsecamente à verdade, pois não é possível amar Deus sem amar os homens (I Jo 4,20). Falarei de amor aos que dizem amar, procurando que cheguemos todos juntos à Verdade. Falarei sobre e para os que amam sem conhecer a verdade, e falarei, com amor, do diálogo que deve haver entre os que amam, conhecendo a verdade ou não. Aqui, se Deus nos conceder esta graça, encontraremos a Verdade e o Amor que libertam e plenificam o ser humano. Amém!